quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Não falo mais de moda!

Nada de consumismo desnecessário!
Paz do Senhor amoras, hoje vou justificar o porque parei de falar de moda tão radicalmente. Na verdade vou desabafar!

Ontem quando estava no salão olhando uma revista vi uma matéria que a manchete era : "Facebook: a vida como ela não é", se quiser lê a matéria clique AQUI. Resumidamente fala que em geral  as pessoas gostam de mostrar nas redes sociais uma vida de ilusão, tudo muito bom, tudo muito fácil, viagens, festas e glamour! Isso tudo a gente cansa de vê nos blogs famosos de moda.

Quando li o livro "As 25 leis bíblicas do sucesso" de William Douglas, antes dele iniciar as 25 leis, ele fala dos sete pecados capitais na busca do sucesso, pecado da pressa, pecado da avareza, pecado de falta de prazer no trabalho, pecado da ira contra a riqueza, pecado da inveja e da cobiça, pecado da preguiça e por último pecado do orgulho. 
No pegado do orgulho ele diz: "vários são os sintomas de ter sido "picado pela mosca azul",entre os quais se achar melhor do que os outros, menosprezar o próximo e começar a gastar dinheiro demais. Um dos sinais de orgulho e vaidade é querer "comprar" status, gastando o que se tem e o que se não tem adquirir supérfluos, símbolos de luxo e poder. Mesmo que você tenha dinheiro, ficar esbanjando não é um bom negócio".  William Douglas é evangélico, juiz federal no Rio de Janeiro.

Enfim, essa explosão de blogs de moda incentivou e muito o consumo, consumo, consumo, toda semana uma tendência, uma compra. Não sou contra o consumo, sou contra o consumo exagerado, desnecessário, sou a favor do consumo inteligenteComprar por necessidade e não por desejo.

Sempre gostei de comprar, e já fui muito consumista, principalmente quando não trabalhava e minha tia arcava com todas as minhas despesas, inclusive com meus cartões de crédito que desde muito cedo já tinha.

Quando comecei a trabalhar e a pagar minhas contas, meu nível de consumismo desceu 70%, porém cheguei uma conclusão que os 30% que restaram ainda estava sendo demais, ainda comprava muito por desejo, muito influenciada pelos diversos blogs de moda que acompanhava diariamente. 

Muitas vezes visitava uma igreja, por exemplo, que precisava muito de ajuda para terminar uma reforma, ou  um irmão da igreja precisando de uma ajuda e eu queria até ajudar, mas não podia pois tinha meu cartão de crédito para pagar e isso começou a me incomodar, e tive o desejo de economizar, primeiro por não precisar de comprar tantos produtos de tendência, a tendência passa e o objeto fica lá ocupando espaço e você já nem liga mais de usar, já quer outra tendência e daqui a pouco quer outra e torna-se um ciclo vicioso.  Segundo, por que nosso dinheiro é vida, isso mesmo, escutei isso em uma palestra do Pastor Josué Gonçalves. Passamos 8 horas do dia no trabalho que no final do mês é convertido em dinheiro. Tempo da nossa vida que poderíamos estar estudando a palavra, pregando nos hospitais, cuidando do nosso lar, da nossa família, mas estamos lá... convertendo nosso tempo em dinheiro, por isso, dinheiro é vida. E ai vou ficar gastando minha "vida" com consumismo burro? Jamais. Podendo gastar minha "vida", investindo na obra de Deus, no bem estar da minha família, no meu crescimento pessoal e espiritual...

Tudo isso me fez parar de falar de moda, na verdade de tendências, não quero que meu blog influencie as irmãs ao consumo exacerbado, quero que meu blog seja benção para vocês. Como gosto de me vestir bem, vou continuar falando de moda, mas de uma maneira diferente, falando de compras inteligentes de peças que valem a pena ter no nosso guarda roupa,  peças com custo x benefício (quanto mais a gente usa uma peça, mais vale pagar por ela) e não essas modinhas, que toda semana surge uma!

Creio que a mulher de Deus tem que fazer a diferença em tudo, até nisso, vamos ser mulheres inteligentes, que gasta nosso precioso tempo, nosso fôlego de vida dado por Deus com coisas que edificam.

Ahh... ainda vejo blogs de moda, selecionei 3 e olho umas duas, três vezes ao mês e pronto, só para ficar atualizada. E também continuo postando meus looks do #cultueiassim, porém lá no Instagram (@Blogvirtuosissima) e na fan page!

Tendências... estou OFF.

Obs.: Próxima semana volto com meu testemunho!

@RaquelVenturac / Blog Virtuosissima

Um comentário:

Anônimo disse...

Amei!
Eu sou a favor de compras inteligentes. Eu tinha esse costume de sair comprando qualquer coisa, o que estava na moda, e depois que passava a "febre" as coisas ficavam guardadas no guarda-roupa, agora só compro peças "coringas" que eu possa usar em qualquer momento.
Bjos

Vanessa Vianna