segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Celibato?!

Olá, meninas! Se vocês puderam ler meu texto da semana passada, viram que eu iniciei um propósito de leitura bíblica que irá durar até dia 31, começando de I Coríntios até Apocalipse (se você não leu, corre AQUI que ainda dá tempo!). Como o propósito são de 3 capítulos por dia, eu já tô quase terminando a carta de 2 Coríntios, e tô cheia de assuntos pra falar pra vocês! Como foi difícil escolher um só! Mas um em especial chamou a minha atenção e me fez dar boas gargalhadas... O celibato.
"Completou 18 anos e ainda não tem um namorado?! Ih... Vai ficar pra titia, hein?", "Menina, que pena de fulaninha, 27 anos e ainda não casou... Coitada!", "Ah, tem que casar logo! Pode ficar demorando assim pra arranjar alguém não, minha filha!"... E aí por diante! Quem nunca ouviu ou até mesmo falou uma atrocidade dessas, que atire a primeira pedra! Estamos em um tempo onde os relacionamentos amorosos estão sendo superestimados, principalmente dentro das igrejas. É muito triste ver meninas cada vez mais novas se desesperando por causa de um garoto, brigando com outras, se entristecendo e endurecendo seus corações devido à frustrações... Já vi postagem depressiva de meninas de 11 anos de idade se dizendo "desiludidas com o amor" e que seria melhor "estar sozinha do que mal acompanhada". Eu com 19 anos, sem nenhum namorado, costumava me sentir a pessoa mais atrasada da face da Terra. Mas aí Deus me mostrou que o problema não estava em mim.

Lendo a carta de 1 Coríntios, reli um texto que tinha me passado desapercebido da primeira vez, mas que me fez rir (não sei se foi por graça mesmo ou se foi desespero) muito quando comparei com a realidade em que estamos inseridos.

"Você está casado? Não procure separar-se. Está solteiro? NÃO PROCURE ESPOSA*." [1 Coríntios 7:27]

Hein? Acho que não li direito... Será que é só na minha bíblia que tem isso? Hum, acho que não... (*grifo meu)

"Mas, se vier a casar-se, não comete pecado; e, se uma virgem se casar, também não comete pecado. Mas aqueles que se casarem enfrentarão muitas dificuldades na vida, e eu gostaria de poupá-los disso." [1 Coríntios 7:28]

Gente, Paulo, o Paulo que vocês tanto amam e que agora devem começar a não amar tanto, nos aconselha a não casar! Se vocês observarem o restante do capítulo 7 vão ver que ele continua nos sinalizando os porquês de não irmos em busca disso, mas destaco aqui o motivo que mais chamou minha atenção:

"Tanto a mulher não casada como a virgem preocupam-se com as coisas do Senhor, para serem santas no corpo e no espírito. Mas a casada preocupa-se com as coisas deste mundo, em como agradar seu marido. Estou dizendo isso para o próprio bem de vocês; não para lhes impor restrições, mas para que vocês possam viver de maneira correta, em plena consagração ao Senhor." [1 Coríntios 7:34-35]

Paulo tinha uma consciência que falta em muitos jovens hoje em dia, a consciência de que estar em Deus e serví-lo é a única coisa que importa realmente em nossas vidas. Isso está na bíblia! Será que vocês têm pulado essa parte da história?

Paulo não recrimina aqueles que desejam se casar, e recomenda isso para aqueles que acreditam não serem fortes o suficiente para manter uma vida santa a fim de que não pequem se "abrasando", mas o seu texto deixa muito claro que o casamento é algo SUPÉRFULO, sem necessidade real. Gente, não é à toa que em Lucas 20 Jesus deixa claro que no céu ninguém se casará ou será dado em casamento, não haverá necessidade! "Ah Mariana, você tá dizendo então que vai ser celibatária?" Não, não estou dizendo isso. Deus conhece o meu coração e sabe que não me imagino vivendo assim, porém o casamento está longe de ser a base que sustentará a minha vida, será uma bênção que o Senhor me acrescentará, e apenas for da vontade dEle!

Passei muito tempo entronizando essa área na minha vida, como se eu vivesse para encontrar alguém e para constituir uma família... Porém Deus me mostrou que existem muitas coisas que eu preciso viver antes disso, e que essa não devia ser a minha prioridade e nem deveria tomar o lugar dEle em meu coração. Então toda vez que sinto que estou dando mais ousadia do que deveria para esses pensamentos, me coloco aos pés do Senhor e peço que Ele destrua a minha vontade e segure as rédeas do meu coração. É angustiante, mas as experiências que passamos a vivenciar quando colocamos Deus realmente no centro são inimagináveis!

Que o seu namoro, seja ele atual ou o que ainda está por vir, não seja o seu deus. Que você tenha sabedoria pra entender que há apenas um trono em sua vida, e que esse trono deve ser ocupado pelo Rei da Glória, e não por um relacionamento. Busquemos ao Senhor antes de todas as coisas e aprendamos a sonhar os seus sonhos pra nossas vidas.


Beijos e até a próxima!
Mari Melo

Nenhum comentário: