segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

O jugo desigual e a desobediência à Deus



Olá, meninas! Hoje eu vou falar um pouco sobre algo que tem tomado conta das igrejas e, infelizmente, já está tão comum no nosso meio que praticamente não é mais visto como errado: o jugo desigual. Antes de tudo, vamos esclarecer um pouco o sentido desse termo.

 
O jugo é um instrumento de madeira utilizado para prender dois animais para que ambos possam caminhar lado a lado no mesmo ritmo, pode ser preso numa carroça ou em um arado, dependendo da finalidade. Por que o jugo desigual não dá certo? Vamos exemplificar: Colocar um burro e um boi sob o mesmo jugo não irá fazer com que o resultado esperado seja alcançado. Ambos não caminham da mesma forma, não possuem semelhanças físicas, e logo eles vão sair do ritmo, um andando mais rápido do que o outro, enfim, não vai funcionar. Essa relação tampouco dá certo da forma figurada. Segundo o Aurélio, a palavra JUGO também pode ser definida como sujeição, submissão, domínio moral. Esse é o tipo jugo que nós vamos destrinchar aqui.
O jugo desigual descrito na bíblia nada mais é do que o relacionamento íntimo, seja namoro, noivado, ou casamento, entre uma pessoa incrédula e uma pessoa cristã. Antes de dar algum parecer e levar a discussão à diante, vamos ver o que a bíblia fala a respeito desse tipo de relacionamento:

“Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente? Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. Como disse Deus: "Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo". Portanto, "saiam do meio deles e separem-se", diz o Senhor. "Não toquem em coisas impuras, e eu os receberei e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas", diz o Senhor Todo-poderoso.” [2 Coríntios 6:14-18]

Depois disso eu acho que nem precisava explicar mais nada. A bíblia é muito clara, basta abrirmos nossos olhos e ler o que Deus tem pra nos dizer. A resposta pra qualquer dúvida sua está nesse livro. O que acontece hoje é a propagação do evangelho da metade. Tem os que acreditam na metade da bíblia, os que seguem a metade das doutrinas... Só que com metade da salvação você não vai conseguir ir pro céu, beleza?
Enfim, Deus não aprova o jugo desigual. “Mas por que, Mari?”, o porquê está nesses versículos acima e em alguns outros que vamos citar adiante. Como você, que se diz escolhida por Deus, escolhe alguém pra estar do seu lado que não compartilha do princípio que deveria ser mais forte na sua vida? Vamos dar uma olhada nas outras páginas da bíblia que você vai precisar arrancar pra fazer com que essa conduta seja “aprovada” por Deus?

“Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” [1 Coríntios 10:31]

Esse é mais um dos motivos pelos quais você não deve se relacionar com alguém que não professa da sua fé. Onde está a glória de Deus em um relacionamento onde não se compartilham os mesmos ideais? Um dos objetivos principais de um relacionamento íntimo pautado no evangelho é acrescentar na vida do outro, aumentar o nível de intimidade com Deus, buscar a Deus juntos. Como fazer isso quando o seu companheiro não está na mesma sintonia que você? Fácil, você não faz.

Existem também as mil desculpas que as pessoas dão quando começam um relacionamento no jugo desigual, essas foram até pontuadas diversas vezes pelo Pr. Lucinho nas ministrações dele, vou citar as que mais ouço e se você já conhece, vai reforçar a ideia, se não conhece, abra bem os ouvidos:

“Ele não é crente, mas a gente não pensa em casar não, só estamos namorando e curtindo um pouco.” – Essa é sem comentários, né? Vamos levantar a mão de novo nesse apelo, porque crente que namora sem propósito de casar não crente não, viu?

“Tenho mais coisas em comum com ele do que com qualquer evangélico que já conheci.” – Se você tem mais coisas em comum com uma pessoa que não conhece a Jesus, logo você também não conhece a Jesus. Pelo menos, não o suficiente. Então reveja os seus conceitos.

 “Ele tem muito mais caráter do que muito crente por aí!” – Bem, isso pode ser verdade. Só que ele(a) pode ser a alma mais caridosa da face da Terra, se não tiver o principal, que é o temor e amor a Deus, ele ainda não é o melhor pra você. Existem muitas pessoas perdidas dentro das igrejas travestidas de cristãos fiéis, mas Deus tem alguém segundo o coração dEle só pra você.

“Eu sei que Deus colocou ele no meu caminho! O meu propósito é converter ele!” – Faz assim então, vá evangelizar os mendigos da rua e comece a namorar um por um. É só assim que a gente alcança almas, correto? Não! Seu propósito é converter ele? Então interceda! Se realmente for propósito de Deus, essa pessoa vai se converter muito antes de vocês iniciarem um relacionamento e você não vai precisar fazer esse “sacrifício” em nome do Senhor, amém? 
Fomos chamados para evangelizar os incrédulos, e não para nos relacionarmos intimamente com eles. Sabe o que eu sinto quando vejo uma pessoa dentro da igreja iniciando um relacionamento em jugo desigual? Eu vejo a pessoa falando pra Deus “Olha, Senhor, eu confio em Ti, mas em parte, ok? Sei que o Senhor tem o melhor pra mim, mas eu vou adiantando aqui!”. Se eu, que sou um nada, me sinto assim, imagina como o teu Deus se sente? Isso fere o coração de dEle profundamente, mas quem sai dessa situação mais desgastada é você.
Existem relacionamentos assim que deram “certo”? Bem, aí depende da sua definição do que é certo. Eu não acho que sofrer e chorar dia e noite pedindo a Deus pra converter o seu marido, algo que era pra ser ou algo certo. Eu não acho que Deus planeja sofrimento pra nossas vidas, acredito que Ele planeja o melhor. Quantas histórias de pessoas em jugo desigual eu já ouvi que resultaram em perdas inestimáveis, em desgaste emocional, físico e psicológico... E ainda tem aqueles que dizem viver em paz em uma situação assim, mas que só Deus e ele sabe o quanto sofre.

Da mesma forma que você pode trazer o seu marido ou namorado pra Jesus, ele também pode te tirar da presença dEle. Não pense que isso é difícil, que você está imune porque ama a Deus demais – o que já é uma contradição partindo do ponto que você está desobedecendo a Ele -, a própria bíblia nos adverte que as más companhias corrompem os bons costumes (I Coríntios 15:33).Você pode ser a pessoa mais santa e mais cheia do Espírito Santo que existe na Terra, mas se você passar a se envolver com pessoas que não temem a Deus, você pode ser corrompida! É questão de costume, minha gente. Ser apaixonada por uma pessoa cristã já é difícil, a gente já faz um esforço danado pra não ceder demais, pra vigiar sempre, então imagine com alguém que não acredita na mesma coisa que você?

Se você é líder e o seu liderado está entrando em um relacionamento assim, chame ele em um canto e abra o seu olho! Diga que Deus não se agrada, diga que ele precisa ler mais a bíblia, não compactue com essa conduta. Já diz o ditado “quem cala, consente”. Você é responsável por essas almas também. Da mesma forma você que tem algum amigo próximo e tem liberdade para aconselhá-lo, faça isso. Seja um instrumento de Deus.

É válido ressaltar que essas preocupações que eu citei só vão afligir os verdadeiros cristãos, àqueles que buscam a Deus de fato. Quem não ora, não lê a bíblia, quem é crente da boca pra fora, não vai sentir diferença nenhuma no jugo desigual. É capaz até de agradecer por ter uma desculpa de sair da igreja um pouco. Mas pra você, que tem vida no altar, comunhão com Deus, e está em um relacionamento assim, que ainda não está casado, peço que você se coloque em oração. Coloque seu relacionamento aos pés do Senhor, ouça a voz dEle e não tenha medo de seguir aquilo que Ele te ordenar. Aprenda a amar a Deus acima de tudo e Ele vai te honrar no tempo dEle. Se você já está casado, a oração é dobrada! Peça a Deus misericórdia por não ter seguido a vontade dEle e ore mais ainda pra que o seu parceiro conheça e reconheça o amor de Cristo. Deus não quer te ver sofrer, Ele quer te fazer feliz, cabe só a você permitir isso.


Beijinhos e até breve!
Mariana Melo


 

4 comentários:

Anônimo disse...

ajuda nesse Blog aqui, por que esse foi o PAPO mais FARISEU que eu ja vi na vida.. acho que por isso ninguém deu Crédito... acho que a pessoa que o escreveu conhece menos ao Senhor Jesus Cristo do que eu que sou o dito INCRÉDULO, por nao frequentar TEMPLOS RELIGIOSOS.. afinal, o Altissimo nao Habita em templos construídos por maos HUMANAS...

sabe qual é o risco de voce assumir que está em um relacionamento em jugo desigual? você corre o risco de ser apedrejado por fariseus hipócritas e intolerantes e o Senhor Jesus Cristo intervir a favor do casal em jugo e dizer a FARISEUS COMO VOCE? quem nunca pecou que atire a primeira pedra.. ou entao... dizer... voces " fariseus'' honram com a boca mais o coração está longe...

a paz..

Anônimo disse...

bom..para voces FARISEUS, todos que nao estão dentro dos templos religiosos, valem menos que prostitutas, leprosos, ladrões e publicanos e gentios, mas foi à essas pessoas que o Senhor Jesus Cristo ceiou, conversou, aconselhou e salvou na Cruz... voce viu ele fazendo isso por algum religioso? eu aprendi a adorar Jesus pela sua Simplicidade e nao pela sua complexidade... ele veio para Libertar almas , para aprisionar ja tem o DEMONIO... depois que eu conheci Jesus, eu me sinto livre para amar, amar em verdade, sem imposição... se for da vontade dele, eu amarei ate uma prostituta, pq até elas tambèm tem direito a vida em abundância que ele nos deixou...

Anônimo disse...

A biblia Diz na mesma carta de Paulo aos Corintos que se possivel, nao se relacionem, fiquem solteiros e se mantenham Santos...

Mas aposto que voce é a primeira a ficar ouriçadinha quando ve um '' gatinho'' com a biblia embaixo do Braço.. entao espero que voce prefira ficar solteira do que correr o risco de ser enganada por um FARISEUSINHO como voce

Papo de Menina Gospel disse...

Caro anônimo, tudo que foi escrito neste texto está embasado nas escrituras. Caso tenha algum argumento válido para discutir, será discutido com o maior prazer pois estamos aqui com o propósito de edificação. Caso contrário, seus comentários não farão a menor diferença para a construção do blog.

A paz :)
Mariana Melo